Faixa publicitária
D. Manuel Clemente ( 2007 - 2013 ) PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Bispos - Bispos do Porto

Biografia

Porto 14 de Maio de 2010

Síntese:
Nascimento: 16/Jul/48, S. Pedro e S. Tiago, Concelho de Torres Vedras
Ordenação Presbiteral: 29/Jun/79
Nomeação Episcopal: 06/Nov/99, para Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, com o título de Pinhel
Ordenação Episcopal: 22/Jan/00

Curriculum:
22/Fev/07 - Nomeado Bispo do Porto.
24/Março/07 - Tomada de Posse 
25/Março/07 - Entrada Solene na Diocese

Contacto:
Paço Episcopal
Terreiro da Sé - 4050-573 PORTO
Tel.: 223 392 330 - Fax: 223 392 331 
E-mail:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Formação e funções académicas:
Após concluir o curso secundário, frequentou a Faculdade de Letras de Lisboa onde se formou em História.
Licenciado em História, ingressou no Seminário Maior dos Olivais em 1973.
Em 1979 licenciou-se em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa, doutorando-se em Teologia Histórica em 1992, com uma tese intitulada Nas origens do apostolado contemporâneo em Portugal. A "Sociedade Católica" (1843-1853).
Desde 1975, lecciona História da Igreja na Universidade Católica Portuguesa.

Funções e cargos eclesiais:
Coadjutor das paróquias de Torres Vedras e Runa - 1980.
Membro da Equipa Formadora do Seminário Maior dos Olivais - 1980 a 1989.
Vice-Reitor do Seminário Maior dos Olivais - 1989 a 1997.
Reitor do mesmo Seminário desde 1997.
Membro do Cabido da Sé Patriarcal desde 1989.
Director do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa - 2001-2007.
Colabora habitualmente nos programas "Ecclesia" (RTP2), e o "Dia do Senhor" da RR.

Presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais - 2005 a 2011.
Vice-Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa 2011 a 2013

Membro do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais (2011 -      )

Patriarca Eleito de Lisboa - 2013

Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa ( 2013 -    )

Distinções / Prémios:
- Grã-Cruz da Ordem de Cristo
- Prémio Pessoa 2009

- Medalha do Município do Marco de Canaveses

- Medalha do Município de Valongo

- Medalha do Município do Porto

- Medalha do Município de Gondomar

- Medalha do Município de Vila Nova de Gaia



 

Armas de Fé

Brasão_D_Manuel

Ordenado Bispo quando celebramos os 2000 anos da incarnação do Verbo de Deus, o Sr. D. Manuel Clemente quis que as suas "armas" e a sua divisa aludissem a este mistério.


A estrela significa a Incarnação. As suas oito pontas lembram o 8º Dia, a vida eterna que o Pai nos dá no seu Filho pelo seu Espírito. Essa estrela resplandece no centro de uma cruz, não só porque é na cruz que se cumpre inteiramente a Kenose , o esvaziamento d'Aquele que sendo Deus se fez homem e tomou a condição de servo, mas sobretudo porque na cruz de Cristo aconteceu a maior teofania alguma vez vista na terra: na cruz resplandece plenamente o amor, resplandece a luz da nova criação inaugurada por Cristo Novo Adão. Na cruz amanhece o dia eterno em que se consumará a comunhão do homem com Deus.

"O mesmo Deus que disse: do meio das trevas brilhe a luz, foi Ele mesmo que luziu em nossos corações para fazer brilhar o conhecimento da glória de Deus que resplandece na face de Cristo".

Nós vimos a sua estrela.

No meio das trevas, na cruz de cada dia, nós vemos a luz.

Em Cristo glorioso, libertos do pecado e da morte, veremos a LUZ.

In lumine tuo . videbimus lumen.


Leitura Heráldica:

Escudo de prata, com cruz latina de vermelho, carregada de uma estrela de oito raios de ouro, no cruzamento dos braços.

O escudo assente sobre cruz pastoral de ouro, com pedraria de vermelho, encimada por chapéu de 6+6 borlas, tudo de verde.

Sotoposto ao escudo, listel branco com o texto em maiúsculas “IN LUMINE TUO”

José Bernard Guedes


Publicações

Livros e estudos sobre temas das áreas de História, Teologia e Pastoral, publicados em edições e revistas da especialidade, de que se destacam:

- O tempo pede uma Nova Evangelização. Paulinas, 2013

- Igreja e Sociedade Portuguesa do Liberalismo à República. Porto, Assírio & Alvim, 2012.

- É este o tempo - A experiência da Missão. Lisboa, Pedra Angular, 2011.
- Diálogo em Tempo de Escombros - Uma Conversa sobre Portugal, o Mundo e a Igreja Católica. Lisboa, Pedra da Lua, 2010 (co-autoria José Manuel Fernandes)
1810 - 1910 - 2010; Datas e Desafios. Lisboa, Assírio & Alvim, 2009.
- Um Só Propósito. Homilias e Escritos Pastorais. Lisboa, Pedra Angular, 2009.
- Portugal e os Portugueses. Lisboa, Assírio & Alvim, 2008.
- Os Papas do séc. XX. Lisboa, Paulus, 2007.
- Igreja e Sociedade Portuguesa do Liberalismo à República. Lisboa, Grifo, 2002.
- A Igreja no tempo. Lisboa, Grifo, 2000.
- ESPÍRITO e espírito na história ocidental - os despistes da esperança. In As razões da nossa esperança. A caminho do terceiro milénio. Lisboa, Rei dos livros,1998.
- Das prelaturas políticas às prelaturas pastorais: o caso de Pinhel. In Lusitania Sacra. Segunda série. Lisboa, 8-9, 1996-1997.
- Milenarismos. In Creio na vida eterna. Lisboa: Rei dos livros, 1996.
- Sínodos em Portugal: um esboço histórico. In Estudos Teológicos. Coímbra. 1, 1996.
- As paróquias de Lisboa em tempo de liberalismo. In Didaskalia. Lisboa, 25, 1995.
- Os Seminários de Lisboa. In Novellae Olivarum. Nova série. Lisboa, 8, 1994.
- Universidade Católica Portuguesa: uma realização de longas expectativas. In Lusitania Sacra, Segunda série. Lisboa, 6, 1994.
- A sociedade portuguesa à data da publicação da Rerum Novarum: o sentimento católico. In Lusitanis Sacra. Segunda série. Lisboa, 6, 1994.
- Igreja e sociedade portuguesa do Liberalismo à República. In Didaskalia. Lisboa, 24, 1994.
- Nas origens do apostolado contemporâneo em Portugal, A "Sociedade Católica" (1843-1853). Braga, 1993.
- Cristandade e secularidade. In A salvação em Jesus Cristo. Lisboa , Rei dos Livros, 1993.
- Fé, razão e conhecimento de Deus no Vaticano I e no Vaticano II. In Communio. Lisboa, 10:6, 1993.
- A Igreja e o Liberalismo. Um desafio e uma primeira resposta. Communio. Lisboa, 9:6, 1992.
- Laicização da sociedade e afirmação do laicado em Portugal (1820-1840) . In Lusitania Sacra, Segunda série. Lisboa, 3, 1991.
- O Congresso católico do Porto (1871-1872) e a emergência do laicado em Portugal. Lusitania Sacra , Segunda série. Lisboa, 1, 1989.
- Cardeal Cerejeira: Pensamento, coração e relação com o poder. In Novellae Olivarum. Nova série. Lisboa, 15, 1989.
- Clericalismo e anticlericalismo na cultura portuguesa. In Reflexão Cristã. Lisboa, 53, 1987.
- Reflexões sobre os 50 anos da Acção Católica Portuguesa. In Novellae Olivarum. Nova série. Lisboa, 8, 1984.
- Católicos, Estado e Sociedade no Portugal oitocentista (congressos católicos de 1891 e 1895). Communio. Lisboa, 1:3, 1984.
- Notas de cultura portuguesa. Do teatro sagrado ao teatro profano. In Novellae Olivarum. Nova série. Lisboa, 6-7, 1983.
- Notas de cultura portuguesa. Os papas e Portugal. In Novellae Olivarum. Nova série. Lisboa, 2-3, 1983.
- Monsenhor Pereira dos Reis. (Em colaboração). Lisboa, 1979.
- A Igreja no tempo. História breve da Igreja Católica. Lisboa, 1978.

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Entrevista ao padre Samuel Guedes sobre Sílvia Cardoso

Março 2017
2017-03-24 17:38:32
Sacramento da Reconciliac?a?o nas Paro?quias da Vigararia Trofa / Vila do Conde
2017-03-24 17:37:07
carta
2017-03-02 11:04:29
Cartaz
2017-02-24 12:02:57
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.