Faixa publicitária
Homilia no Dia do Apostolado da Oração PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Documentos - Homilias 2017

1.Ao apresentar à Diocese o lema do Plano diocesano de Pastoral para estes cinco anos: «A Alegria do Evangelho é nossa missão» estava consciente de que este lema não é apenas uma bela expressão inspirada na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium do Papa Francisco, mas é, sobretudo, um imperativo indeclinável de cada cristão e um caminho obrigatório de uma Igreja que tem no horizonte a realização de um Sínodo.

Anunciar com fidelidade a Palavra e o Amor de Deus foi, desde sempre, uma missão exigente. Assim o compreende o Povo de Israel, como ouvimos na primeira leitura do Livro do Deuteronómio. Israel, depois de um período de dúvida e de desalento provocados pelo dureza do caminho, renasce para a fidelidade diante de Deus, para a comunhão como Povo unido em torno dos mandamentos do Senhor e para a esperança em Deus, verdadeiro, leal e fiel e coloca a sua causa nas mãos d’Aquele que o chama a guardar as leis e preceitos do Seu amor (cf. deut 7, 6-11)..

 

Assim o compreende Jesus no Evangelho que partilha com os Apóstolos o peso e o jugo da missão, ao pedir-lhes que não tenham medo e ao garantir-lhes que Deus, o Pai do Céu, vela por eles dia e noite, estará sempre a seu lado e revela os mistérios maiores aos simples, aos humildes, aos mansos e misericordiosos de coração (cf. Mt 11, 25-30).

2. É do amor de Deus pelo Seu Povo e do testemunho de misericórdia e mansidão de coração que nasce a força para a missão aqui renovada junto do Coração de Jesus e na presença da Beata Irmã Maria do Divino Coração, religiosa desta Congregação do Bom Pastor e da Caridade, cujo corpo repousa nesta igreja do Bom Pastor, na paróquia de S. Lourenço de Ermesinde.

É o mesmo encanto dessa coragem profética e a igual beleza desse testemunho apostólico que desde criança sempre encontrei, a partir de casa e da minha família, nos Zeladores e nos Associados do Apostolado da Oração. A minha presença hoje aqui, neste Dia Diocesano do Apostolado da Oração tem também esse significado: dar graças a Deus pela vossa missão de mensageiros da Sua Palavra e de testemunhas vivas deste zelo apostólico que leva o Seu Amor, que o Coração de Jesus espelha e significa, a todos os corações, a todas as famílias e a todas as paróquias da nossa diocese.

3. Olhemos o nosso mundo de frente. Face aos dramas do mundo e à fragilidade e à dor humanas, como há apenas uma semana nos sentíamos em Portugal, a braços com os incêndios destruidores, em Pedrógão Grande, vemos como continua a ser importante olhar para Jesus Cristo, o Filho de Deus, que ofereceu a sua vida toda a Deus por nós, pela Igreja e pelo mundo!

O Apostolado da Oração tem essa missão e esse mérito: envolvermos Jesus, o Servo Sofredor, e todos os nossos irmãos que sofrem num mesmo olhar, um olhar iluminado pela luz da Páscoa, que celebra a morte do Senhor, contempla o Seu Coração aberto, do qual jorrou sangue e água, e proclama a sua ressurreição, até que Ele venha.

A dádiva do Corpo e Sangue de Cristo, na Última Ceia, não é diferente nem está separada da entrega de Cristo na Cruz. É um mesmo acto de amor a Deus, seu Pai, e de entrega redentora a todos nós, seus irmãos.

Vivemos e celebramos este Mistério de Amor na Eucaristia e contemplamo-lo diante do Coração de Jesus trespassado pela lança. Por isso compreendemos as palavras de Jesus aos seus discípulos: “Quando for elevado da terra atrairei todos a mim” (Jo 12, 32).

O drama do Calvário é grande demais para a compreensão humana, porque ali se decidiu o destino da Humanidade redimida. Também nós somos chamados a beber do mesmo cálice, para vivermos e ensinarmos a sabedoria da cruz, como escrevia Paulo aos Coríntios: «frente às diversas sabedorias do mundo, eu prego Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos, mas para os que foram chamados Ele é poder de Deus e sabedoria de Deus » ( cf 1 Cor 1, 23-24).

4. Contemplemos o Coração do Senhor, como Ele se apresentou a Santa Margarida Maria, em Paray-le-Monial. Na Cruz, do lado trespassado do Senhor morto, S. João viu jorrar sangue e água, sob o olhar terno e materno de Maria, a Mãe dolorosa, ali presente.

Mas a luz da Páscoa, que o Coração aberto de Jesus antecipa, não se faz tardar e brilha já, para lá da penumbra da morte e da densidade do sofrimento, na adoração daquele Calvário silencioso, em que tudo foi consumado e no encontro com tantas pessoas que oferecem a vida a aliviar o sofrimento dos irmãos mais frágeis, inocentes e sacrificados do nosso tempo.

Ajoelhemos também nós deste Sagrado Coração e diante de tantos irmãos e irmãs para quem a cruz da doença, do medo, da solidão, do desânimo ou da provação é hoje mais pesada. Pensemos sobretudo naqueles a quem faltam cireneus com olhar de irmãos que com eles transportem a sua cruz.

São estes verdadeiros adoradores da Cruz do Senhor, os abençoados Zeladores e Associados do Apostolado da Oração, os que tocam a Carne de Cristo nas chagas dos nossos irmãos, os indispensáveis cireneus da humanidade e os necessários profetas de uma Igreja renovada na alegria do Evangelho e na comunhão fraterna.

5. Rezemos, caríssimos Associados e Zeladores, neste Dia Diocesano do Apostolado da Oração da Igreja do Porto, como o fazemos em cada manhã no oferecimento das obras do dia:

Quando vires, Senhor, pobres na nossa cidade, gente sem pão nem abrigo, sem mesa e sem lar nas nossas terras… Faz meu o Teu olhar. Ensina-me os Teus passos. Acolhe-me no Teu Coração. Recebe as suas dores. Fala-me da missão que me confias para bem deles na Tua Igreja.

Para que a vida e missão da Igreja, que me chamaste a servir, se centrem em Ti, Senhor Jesus, Bom Pastor, e receba do Teu Coração o encanto da santidade de vida e o fascínio permanente do Teu Amor.

Ermesinde, Igreja do Bom Pastor, 25 de junho de 2017

António, Bispo do Porto

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Missa da Peregrinação diocesana do Porto de 9 de Setembro 2017

Angelus TV

rito da coroa / pegada / preces
2017-11-29 11:43:29
Vigília
2017-11-02 17:36:10
Rosário
2017-11-02 17:35:48
Áudio
2017-11-02 17:34:38
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.