Faixa publicitária
Ordenações de Diáconos e Presbíteros - 09 de julho PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Documentos - Notas Pastorais

Nota Pastoral

Sentinelas da madrugada onde brilha o rosto de Jesus e da Igreja

No início de cada verão tem lugar uma original colheita, uma espécie de primícias, há muito aguardadas e preparadas. São os novos diáconos e presbíteros chamados a servir o Povo de Deus, presente e repartido por imensas comunidades cristãs desta amada Igreja do Porto e também disperso pelo mundo nas várias vanguardas da missão.

O Papa Francisco tem imprimido um novo estilo sacerdotal que vai desaguando um pouco por todas as casas de formação e vai moldando com palavras simples e gestos proféticos o coração de pastores ao jeito do Coração de Cristo, o Bom Pastor, nos novos discípulos e apóstolos, que Deus chama para a sua messe. O Papa Francisco não se cansa de pedir identificação com o povo a quem os diáconos e sacerdotes são chamados e enviados a servir. Com o seu exemplo, com a sua vida e com a sua palavra tem exigido insistentemente a vivência dos conselhos evangélicos da pobreza, obediência e castidade. Não nos falta a certeza da sua oração por todos nós e por quantos dão a sua vida pelo Evangelho, como pastores dedicados na heroicidade de uma entrega tantas vezes marcada pela cruz e até pelo martírio ou gasta serenamente no anonimato silencioso dos trabalhos discretos e na oblação feliz da vida contemplativa.

 

No próximo domingo, dia 9 de julho, às 16h00, na Sé Catedral do Porto, terão lugar as ordenações de presbíteros e diáconos. Venho convocar toda a Diocese para a participação nesta celebração e dar graças a Deus por tão grande dom para a Igreja. Testemunhemos a nossa gratidão a todos quantos ao longo do tempo, tantas vezes demorado, perseverante e paciente “semearam com alegria e generosidade para que agora possamos colher em abundância” (cf. 2 Cor 9,6).

Acompanhemos desde já e sempre na alegria, na oração e na gratidão os novos diáconos e presbíteros que Deus concede tão generosamente à Igreja no Porto. Provenientes do Seminário Maior do Porto serão apresentados ao ministério de presbítero: Diácono Bruno Miguel Bulcão Ávila, da paróquia de S. Cristóvão de Mafamude, vigararia de Gaia Norte, a estagiar na paróquia de São Cosme, vigararia de Gondomar; Diácono Fernando Gomes Perpétua Moreira, da paróquia de Nossa Senhora da Assunção de Sobrado, vigararia de Castelo de Paiva, a estagiar na paróquia de S. Salvador de Matosinhos; Diácono Marco Paulo dos Santos Alves, da paróquia de Nossa Senhora da Natividade de Medas, vigararia de Gondomar, a estagiar na paróquia do Senhor do Bonfim, vigararia de Porto Nascente.

Membros da Companhia de Jesus (Jesuitas), serão ordenados sacerdotes os diáconos Duarte Nestor Rodrigues de Paiva Rosado, de Ramalde, Porto, João Daniel Figueiredo de Brito, de Campo Grande, Lisboa, e Manuel Pedro Lencastre Cardoso, de Massarelos, Porto. Será igualmente ordenado presbítero da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos) o diácono Jorge Manuel Couto Gonçalves, de Noura, Murça, Vila Real

Vão ser apresentados ao ministério de diácono os alunos do Seminário Maior da Sé: João Pedro Martins Ribeiro, da paróquia de Santo Tirso, a estagiar na paróquia de Santo António das Antas, vigararia de Porto Nascente; Vasco Alexandre Domingues Soeiro, da paróquia de Santa Maria Madalena, vigararia de Vila Nova de Gaia, a estagiar na paróquia de S. Lourenço de Ermesinde, vigararia de Valongo.

O Seminário de Santa Teresinha do Menino Jesus, Redemptoris Mater, do Porto, apresentará ao ministério de diácono os primeiros alunos, que concluíram o seu percurso formativo na nossa Diocese: Ariosto dos Santos Nascimento, natural de Iguatú, Ceará, Brasil, a estagiar na paróquia de Santa Maria de Campanhã, vigararia de Porto Nascente e Celestin Bizimenyera, natural de Murambi-Rulindo, Ruanda, a estagiar na paróquia de Nossa Senhora da Ajuda, vigararia de Espinho-Ovar.

Será ordenado diácono, também, o aluno do Seminário de Valadares, Jaime Pedro Mathe, da Sociedade Missionária da Boa Nova, natural de Angola.

Valorizar e celebrar este acontecimento eclesial é dar graças a Deus pelas vocações que surgem neste terreno vocacionalmente fecundo e que vão sendo acompanhadas em diversas instâncias (famílias, párocos, secretariado das vocações, grupos juvenis e vocacionais, pastoral universitária, animação missionária, seminários menores e maiores, comunidades religiosas e movimentos apostólicos) e implica garantir às comunidades cristãs o necessário sustento espiritual e dinamismo apostólico para que continuem vivas e activas através da Palavra de Deus e dos sacramentos da Igreja.

Ao anunciar esta boa notícia a toda a Diocese em partilha fraterna com a Companhia de Jesus, com a Congregação dos Sacerdotes Dehonianos e com a Sociedade Missionária Portuguesa, quero saudar os novos ordinandos, as suas famílias, os seus párocos e comunidades de nascimento e de formação. Sabemos quanta generosidade, trabalho e oração os acompanha desde o berço e quantos testemunhos de graça e de bênção receberam de tantos que com eles cruzaram neste percurso de encontro com Deus e de escuta da Sua voz.

Acreditamos que todos eles vão ser “sob a protecção de Maria, no mundo, sentinelas da madrugada que sabem contemplar o verdadeiro rosto de Jesus Salvador, aquele que brilha na Páscoa, e nos ajudarão a descobrir novamente o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor” (cf. Papa Francisco, Homilia, Fátima, 13.5.2017).

Porto, 2 de julho de 2017

António, Bispo do Porto

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

D. António Francisco dos Santos fala sobre o padre Joaquim Cunha, sacerdote mais idoso de Portugal

Decreto Sobre as Virtudes do Servo de Deus ANTÓNIO JOSÉ DE SOUSA BARROSO Bispo do Porto e Missionário
2017-07-25 11:34:15
Texto
2017-07-20 17:35:49
Word
2017-07-20 17:35:10
Powerpoint + PDF
2017-07-11 14:08:03
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.