Faixa publicitária
Nota do Ecónomo da Diocese do Porto PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Documentos - Textos e Apresentações

 

Por Decreto do nosso saudoso Bispo do Porto, Dom ANTÓNIO FRANCISCO DOS SANTOS, de boa memória, fui provido no ofício de ecónomo da diocese do Porto. Por falecimento de Sua Exª Reverendíssima, a Sé ficou vaga, mas o titular do cargo de ecónomo mantem-se, nos termos do cânone 423, § 2.

Compete ao ecónomo administrar os bens da diocese, sob autoridade do Bispo diocesano (agora, do Administrador diocesano, S.E.R. o Senhor Dom ANTÓNIO TAIPA), e, com as receitas da diocese, satisfazer as respetivas despesas (cânone 494, § 3).

 

Daí que seja meu dever canónico procurar recolher as receitas da diocese, para com elas satisfazer as despesas, que, como todos sabem, são bastantes. A situação económica e financeira da diocese precisa de ser equilibrada e reestruturada, tendo em conta o passivo.

De entre as receitas legais da diocese contam-se as provenientes das paróquias, reitorias e capelanias, pelo que peço aos Rev.dos Párocos, Reitores e Capelães, a maior diligência possível no envio, atempado, destas receitas, as quais passo a enunciar:

  1. Missas binadas e trinadas (cânone 951, § 1, do Código de Direito Canónico, e al. c) da Instrução da Conferência Episcopal Portuguesa, de 18.12.1984), como é sabido, são destinadas à manutenção dos seminários diocesanos;
  2. Missas plurintencionais ou coletivas (o excedente ao estipêndio de uma Missa) – Decreto da Conferência Episcopal Portuguesa de 14.11.1991 e artigo 3º do Decreto da Congregação para o Clero sobre as Missas por várias intenções;
  3. A receita proveniente dos ofertórios preceituados para os leprosos, Igreja Portucalense, pobres, fins humanitários e fins diversos, em data a fixar.
  4. A receita dos seguintes peditórios-ofertórios, como coletas especiais, nos termos do cânone 1266: Universidade Católica (1º Domingo de fevereiro); Cáritas Portuguesa (3º Domingo da Quaresma); Lugares Santos de Jerusalém – Terra Santa (Sexta-Feira Santa); Pastoral das Vocações (4º Domingo de Páscoa); Meios de Comunicação Social (7º Domingo da Páscoa); Ação Pastoral Diocesana (Domingo do Pentecostes); Cadeira de S. Pedro (último Domingo de junho); Pastoral das Migrações (2º Domingo de agosto); Entreajuda Eclesiástica (1º Domingo de outubro); Missões (penúltimo Domingo de outubro); Seminários Diocesanos (3º Domingo de novembro); Apostolado dos Leigos (último Domingo de novembro);
  5. Contributo Penitencial – durante o tempo da Quaresma (cânone 1250);

Confiando no espírito de justiça de todos, no cumprimento do dever de fraternidade sacerdotal e na obediência aos sagrados cânones, peço-lhes que ajudem a Diocese do Porto.

Deus nos ajude, a todos, nesta obra de reestruturação financeira da Diocese.

Porto, 22 de Janeiro de 2018.

O Ecónomo Diocesano,

Pe Samuel Guedes

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Missa da Peregrinação diocesana do Porto de 9 de Setembro 2017

Angelus TV

Suplemento
2018-02-21 12:45:20
Boletim
2018-02-21 12:43:29
Brochura
2018-02-01 11:15:16
Guia de leitura - Capítulo IV Amoris Laetitia
2018-01-23 20:27:21
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.