Faixa publicitária
Vigília de Oração do XXVI Dia Mundial do Doente PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Notícias - Notícias Secretariados

Cuidadores dos doentes são presença de Jesus consolador

D. António Taipa presidiu à Vigília de Oração organizada pelo Secretariado Diocesano da Pastoral da Saúde, na Igreja de Santo António das Antas. O Administrador Diocesano do Porto, na sua mensagem, afirmou que na limitação, na fragilidade, no sofrimento e na dor humana, Jesus “associa-nos à sua obra redentora”

Leituras, cânticos, silêncios e testemunhos foram os momentos que percorreram a Vigília de Oração do XXVI Dia Mundial do Doente que teve como tema: “A vocação materna da Igreja: como Maria, cuidar os feridos pela vida”.

 

Acolhidos na amizade do padre José Batista e dos seus paroquianos de Santo António das Antas, ali se reuniram os agentes da pastoral da saúde e tantos outros fiéis que uniram as suas preces numa Vigília de oração organizada pelo Secretariado Diocesano da Pastoral da Saúde (SDPS) e que teve lugar na noite de 10 de fevereiro.

No início da Vigília, presidida por D. António Taipa, Administrador Diocesano do Porto, a Diretora do SDPS, Dra. Maria do Rosário Meneses de Oliveira Alves, proferiu uma pequena saudação afirmando a importância do “serviço da Igreja aos doentes” e sublinhando que “a caridade dos cristãos deve estender-se a todos quantos passam necessidade”.

Pai, Filho, Espírito Santo e Maria foram os motivos de reflexão dos quatro momentos da Vigília. Destaque para os testemunhos relatados numa Vigília que recordou algumas das principais partes da Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Doente deste ano de 2018.

Na mensagem que proferiu nesta Vigília, D. António Taipa, partiu do texto do Santo Padre para este dia e propôs um caminho que nos faça ir “por Maria a Jesus” assumindo a recomendação de Maria em Caná da Galileia: “fazei tudo o que Ele vos disser”.

O Administrador Diocesano do Porto começou por recordar as palavras de D. António Francisco, saudoso bispo do Porto, na peregrinação diocesana a Fátima em setembro de 2017, nas quais exorta a “Igreja do Porto” a viver “guiada pelas mãos de Maria, a ir ao encontro de Cristo” para ser anunciadora da “alegria do Evangelho”.

Na limitação, na fragilidade, no sofrimento e na dor humana, Jesus “associa-nos à sua obra redentora” – afirmou D. António Taipa salientando que “Jesus constitui-nos em especiais mediadores da sua presença no mundo”.

“Um Jesus que se compadece com a dor do homem, que encarna junto do homem o amor materno de Deus” – assinalou D. António, sublinhando a importância dos cuidadores dos doentes dizendo que “aqueles que nos servem e cuidam de nós são para nós a presença de Jesus consolador, a presença do seu amor materno”.

Na sua mensagem D. António Taipa salientou que todos aqueles que vivem ou acompanham o sofrimento, especialmente na doença, têm “um particular lugar no coração de Jesus” e também “uma especial missão junto dos homens”.

Destaque especial nesta Vigília para a entrega que foi feita de mensagens escritas por doentes que não puderam estar presentes neste momento de oração. Mensagens que, segundo o guião da Vigília, assumiam “as lágrimas, as dores, os sorrisos, as esperanças, a vida por inteiro” de todos os que sofrem.

A Vigília de Oração do XXVI Dia Mundial do Doente, presidida pelo Administrador Diocesano do Porto, concluiu-se com a Exposição do Santíssimo Sacramento, num intenso momento de adoração e bênção eucarística.

Por Rui Saraiva

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Quer receber as nossas novidades no seu e-mail? Subscreva a nossa Newsletter especificando o seu endereço de e-mail:

Entrada Solene de D. Manuel Linda na Diocese do Porto

Agência Ecclesia

Ficha de inscrição e programa
2018-06-13 15:14:45
Ficha de inscrição
2018-06-11 11:58:35
Panfleto informativo
2018-06-11 11:56:53
Folheto
2018-05-04 16:29:44
Faixa publicitária
Faixa publicitária


© Diocese do Porto, Todos os Direitos Reservados.